Os alunos do 1.º ano dos cursos de Turismo e Restauração, da Escola Profissional Profitecla participaram numa acção de formação de Suporte Básico de Vida, ministrada pelos Bombeiros Municipais de Viseu. A docente Ana Catarina Oliveira explicou ao nosso Jornal que a iniciativa se insere no Projecto Educação para a Saúde daquele estabelecimento de ensino, prevendo-se que todos os alunos participem nessas acções de formação.

Na sexta-feira passada, os primeiros 40 alunos tiveram oportunidade de saber mais sobre o socorro e como devem comportar-se em caso de emergência. Entre outros assuntos, Rui Poceiro, dos Bombeiros Municipais de Viseu, abordou o comportamento que se deve ter durante uma chamada para o 112, e lembrou que quanto mais precisa for a informação prestada mais rápida e melhor é a resposta dada pelos meios de socorro e que passa, por exemplo, pela exacta localização do acidente e pela descrição pormenorizada da emergência, de forma a permitir aos bombeiros levar o equipamento certo. “Um acidente com um motociclo e um acidente com um tractor podem fazer o mesmo número de feridos, no entanto, o equipamento necessário para resgatar a vítima pode ser muito diferente”, exemplificou.

Referiu ainda a importância da fase do pré-socorro, isto é, o período que decorre entre o alerta e a chegada dos meios de socorro, adiantando que é a fase onde ocorrem mais falhas, porque muitas pessoas se limitam a esperar pelos meios, sendo essencial que se mantenha o sangue a circular e que haja oxigénio a chegar ao cérebro das vítimas.

IN DIÁRIO DE VISEU 10-12-2018

Relacionados

Futebol de Rua
PROJETO “FUTEBOL DE RUA”
Pousada de Viseu
AULA PRÁTICA NA POUSADA DE VISEU
CANDIDATURAS ERASMUS+